Põe-me como selo sobre o teu coração, como selo sobre o teu braço, porque o amor é forte como a morte, e duro como a sepultura o ciúme; as suas brasas são brasas de fogo, com veementes labaredas. As muitas águas não podem apagar este amor, nem os rios afogá-lo; ainda que alguém desse todos os bens de sua casa pelo amor, certamente o desprezariam (Ct 8: 6-7; Fiel).

terça-feira, 19 de junho de 2012

Blog Da Varanda Da Minha Casa (Paulo Francisco) - SEXO E OS BLOGS (XIII)

Nas próximas postagens (uma por dia), queremos prestar uma homenagem aos blogs que o Casal 20 lê, publicando posts em que esses blogs abordaram o tema da sexualidade. Boa leitura!

___________________________________________

 
Cobiça

Morro de inveja de textos sobre o amor
Sobre o amor desnudado, despudorado
Tenho uma imensa satisfação quando leio
Sobre um amor saciado ou saciável
Textos lúbricos! - Escrevê-los não é fácil
Mostrar o que se deseja, o que se tem vontade
Declarar satisfação plena
Cevar-se com palavras impudicas
Não é pra qualquer um
[Falar de amor fraterno,
amor a natureza - isso eu faço,
e não vejo vantagem nenhuma]
Estou falando de amor carnal
De transa, cama, sexo, desejo
Estou falando de palavras, sem tabuísmo, gozadas
De lágrimas escorridas de satisfação no papel
Estou falando de alma levitada
Estou falando de corpo trêmulo
De respiração ofegante
De mordidinhas de lábios
De carícias nos seios
De sopros e arrepios
Todas as vezes que leio um texto sensual
Morro de inveja do motivador daquilo tudo
Pois nunca vi um texto sensual
[Eu disse sensual e não erótico]
Feito por um homem
São sempre as mulheres que enaltecem
Seus parceiros no amor
Feliz daquele que provoca no outro
O desejo de declarar no papel
O que lhe foi dito em sua orelha
Morro de inveja de textos sobre o amor
Pois estou lendo uma declaração feita
Não para mim e sim para um outro.
Morro de inveja, nesta hora, do provocador!!!

Leia também: 

7 comentários:

Mariani Lima disse...

Interessante que o Paulo fala de muitas coisas no poema e o que me marcou é a "suposta dificuldade" de fazer poemas sensuais. Lembro que a Guio foi a primeira a postar nesse estilo e eu fiquei pensando que não saberia fazer um assim e até comentei, mas sabe, tenho conseguido escrever mas não publicá-los rsrsrs... um avanço e tanto!!!Inveja do provocador? Ah! quem não tem!E eu Morrerei de inveja pois meu marido não escreve uma linha se quer de poesia rsrs..mas bem, sempre haverá um modo de enaltecer quem amamos e os momentos "de alma levitada"
Falando do Paulo; Gosto muito dessa forma despojada que ele usa para escrever. Já sou fã!
Abraços!!Fica com Deus.

Cris Campos disse...

Putz! Queria demais comentar, mas se o fizer acabo falando demais! Melhor deixar quieto...

jose claudio disse...

Eu também. Acho que o pudor me trava a escrita sensual.

Muito bacana esta forma de abordar; com poesia e com classe.

Abraços a todos. paz e bem.

Casal 20 disse...

Cris, você é uma graça rsrsrs

Abraços sempre afetuosos.

Fábio

Casal 20 disse...

Mariani, sempre escrevi poesias sensuais e eróticas para a Lu, mas é claro que certas palavras cabem só a ela mesmo... são impublicáveis!

Ela é a minha provocadora rsrsrs

Abraços sempre afetuosos.

Fábio.

Casal 20 disse...

Cacá, também achei sincero e belo o poema do Paulo.

Abraços sempre afetuosos.

Fábio.

Paulo Francisco disse...

Ah! cheguei agora.
Adorei a surpresa.
Quando escrevi o texto, eu recebi vários comentários femininos e ri muito com eles.
Fábio estava de molho e só voltando hoje.)
Um abraço e muito, muito obrigado pelo carinho.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...